segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Começando o ano letivo com o pé direito!

A gente sabe que o ano letivo já começou há quase 1 mês na maioria das escolas, mas no Brasil, o ano começa mesmo depois do Carnaval, e a partir de agora é que "o bicho vai pegar" pra valer.
Por isso resolvi fazer um post com umas dicas legais, pra daqui alguns meses ninguém precisar recorrer à um outro post que fiz aqui, sobre recuperação escolar.

O que precisamos ter em mente, e passar para os nossos filhos, é que o processo de aprendizagem é algo contínuo e que no caso da escola tradicional, é feito ano a ano, série à série.
Como mães, é muito importante que conheçamos os responsáveis por nossos filhos na sala de aula, a professora, o professor ou os professores. É simpático e importante enviar ao menos um bilhete, desejando um bom ano ao professor e colocando-se à disposição. Isso demonstra que somos parceiros e estamos interessados na vida escolar deles.
Essa mesma atitude podemos estender aos coleguinhas e suas respectivas mães. É importante saber com quem nossos filhos brincam, e conhecer suas mães ajuda a saber qual é a educação que eles recebem, se é parecida com os nossos valores e também forma uma rede de proteção. Porque acaba que ficamos todas de "olho" no que acontece dentro e fora da escola com as crianças.
Na parte educacional, o ponto principal é a assiduidade. O ano letivo tem cerca de 200 dias, e nossos filhos só devem faltar quando for extremamente necessário. Todos os dias são transmitidos conteúdos que são importantes ao longo do ano, uma matéria ligada à outra, ou seja, cada conteúdo perdido refletirá em uma nova dificuldade a ser enfrentada pelo aluno.
Estudar é uma oportunidade. Oportunidade de evoluir intelectualmente, conhecer coisas novas, desenvolver perspectivas melhores de vida. A educação é a maior ferramenta de transformação humana que existe. Nossos filhos precisam entender como ir à escola é importante. 
Quando eles tiverem claro essa importância, é a hora de trabalharmos extra-escola com eles. Ensinando-os a ter rotina de estudos, todos os dias em casa. Nessa hora eles devem recapitular o que aprenderam na escola e realizar as tarefas de casa. Como pais, devemos supervisioná-los, ajudá-los a entender e chegarem sozinhos às respostas. Jamais devemos fazer as tarefas para eles. Quando mesmo ajudando, eles não compreendem o que devem fazer, é melhor deixar em branco e aconselhá-los a procurar o professor e dizer que não conseguiram fazer. Assim o professor pode diagnosticar melhor a dificuldade e saná-la da melhor maneira. Dúvida adiada é dúvida aumentada. Ensine seus filhos a não terem medo de perguntar ao professor quando não entenderem o conteúdo.

Seguindo esses passos, a chance do ano ecolar ser um sucesso é grande. A tríade: aluno-escola-pais é o ideal de educação bem sucedida. Vale à pena investir nela.
Grande beijo e ótimo ano pra todos!

Alyne



Um comentário:

  1. Excelente texto, Ly! Não tenho filho em idade escolar, mas é exatamente assim que penso: temos que estar junto, acompanhar, ajudar, mas jamais fazer por eles!
    Xêru

    ResponderExcluir

Adoraria saber sua opiniāo! Escreva aqui!